5 de julho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,73GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 6,70GW

Carrinho

Curso de Aterramento e SPDA – ênfase em Usinas Fotovoltaicas

Tudo o que você sempre quis saber sobre aterramento e SPDA em um curso inédito no Brasil

Quando: 09 e 10 de Julho de 2022

Vagas limitadas

Curso Ao Vivo

Na modalidade online com aulas ao vivo com o professor

Certificado

Certificado válido em todo território nacional

Materiais ricos

Apostila do curso e participação dos grupos exclusivos do Canal Solar

Tudo o que você sempre quis saber sobre aterramento e SPDA em um curso inédito no Brasil.

Conteúdo

1

Introdução

Estrutura do curso. Aterramento de plantas de geração renováveis - parques eólicos, plantas solares/fotovoltaicas, UHE/PCH e usinas de biomassa. GFV & UFV.
2

Regulamentos x Normas

Responsabilidade técnica; comitês do COBEI e normas ABNT aplicáveis aos projetos de aterramento de UFV (NBR 5410, NBR 5419, NBR-14039, NBR-15749, NBR-15751, NBR 16690). A futura norma ABNT de aterramento de plantas de geração renováveis - parques eólicos, plantas solares/fotovoltaicas, UHE/PCH e usinas de biomassa. Normas IEC e normas IEEE.
3

Conceitos Básicos em Aterramento

Equipotencialidade e comportamento dos aterramentos em baixa e alta frequência; parâmetros de desempenho de aterramentos - resistência/impedância de aterramento, perfis de potenciais no solo e tensões de passo e de toque.
4

Geradores Fotovoltaicos

Aterramento e SPDA de pequenas plantas de geração de energia (de telhado e de solo). Modelos Eletrogeométrico, Franklin e Gaiola de Faraday.
5

Modelagem Geoelétrica

Parâmetros elétricos do solo. Medições de resistividades do solo. Equipamentos de medição. Construção de modelos geoelétricos para uso em projetos de aterramento.
6

Aterramento e SPDA de Usinas Fotovoltaicas

Aterramento e SPDA de UFV GD (< 5 MWp) e grande porte. Meios de proteção contra sobretensões – isolamento, atenuação e supressão (DPS).
7

Projeto de Aterramento de uma UFV GD

Estrutura do relatório. Etapas do projeto. Formulações utilizadas. Programas de simulação de malhas de aterramento. Apresentação de um projeto de UFV GD de 5 MWp.
8

Medições em Aterramento

Resistividade do solo; resistência de aterramento; tensões de passo e de toque; testes de continuidade. Equipamentos de medição - resistivímetro CC, terrômetros CA de alta e baixa frequência, alicate medidor de “loop de terra”, microhmímetro.
9

DPS para Usinas Solares Fotovoltaicas

UFV com inversores concentrados x distribuídos. DPS classes I, II e III.
10

Usinas Solares Fotovoltaicas Flutuantes

Características, vantagens e estudo de casos.
Comprar na Loja Virtual
O Professor

Dr. Paulo Edmundo Freire, PhD

Doutor em Geologia, Unicamp; Eng. Eletricista (MSc), PUC-RJ. Proprietário da PAIOL Engenharia, que possui destacada atuação na área de estudos e projetos de sistemas de aterramento e de proteção contra descargas atmosféricas. Especialista nacionalmente reconhecido em aterramento de usinas de geração de energia (solar, eólica, hidrelétrica) e torres de transmissão HVDC.

O que dizem sobre o curso

Nos comentários do Linkedin

Excelente Curso. Um final de semana de muita informação qualificada. Recomendo a todos

Israel Blanco

O mestre Paulo Freire está entre os maiores especialistas no assunto de aterramento de Grandes Usinas no Brasil. Parabéns Canal Solar pelo desempenho de mais um curso excelente!

Greice MechiEngenheira Eletricista de Geração Solar Distribuída

Final de semana agregando conhecimento. Curso de Aterramento e SPDA om Canal Solar

Marcos RodriguesAraxá Solar

GARANTA SUA VAGA